sidemenu-retrato-IAIS.png

Malta!

Bem-vindos ao I am Isabel Silva. Escrevo sobre a minha vida, os meus alimentos, as minhas corridas, o meu Caju. Espero que desfrutem.

I am Isabel Silva tem CAJU

I am Isabel Silva tem CAJU

Ele pediu muito. E vocês não pararam de pedir…

Não tive como escapar. Estava a tornar-se desconfortável para mim adiar algo inadiável: criar um “espaço” no meu Blog dedicado ao Caju. Na categoria Caju no Comando, só vais ler Caju. Só vais ver Caju. Mas não vais comer Caju... Bom, e vai daí ainda crio umas receitas só de Caju... Era incríBel, não era? E não é impossível. Mas isso são “outros 500"... Já lá vamos. 

Muitos de vocês pediam uma conta no Instagram e acreditem que refleti muito nessa hipótese... Mas como em tudo nesta vida, quando se faz, tem de ser bem feito, com tempo e muito amor e dedicação (isto são os mínimos para o meu Caju). Por essa razão gosto de começar “por partes”: achei que um espaço no meu I am Isabel Silva seria o mais adequado para já. Até porque aqui, eu e o Caju podemos desabafar com tempo; criar com tempo; responder às vossas questões com tempo... No Instagram é mais o dia-a-dia e na minha página também conseguem acompanhar as minhas rotinas e as do meu moço... Sim, porque o Caju é um “Pessoua"! E digo pessoa com pronúncia lamacense para acentuar ainda mais essa realidade.

Estou a rir neste momento... E “ele” a olhar para mim. “Ai Meu Deuxxxxxx”.

E como estava a escrever, tornou-se inadiável porque o próprio Caju pedia. E eu sei disso porque, embora ele não fale e raramente ladre, o Caju gosta muito de ser gostado. É uma característica da raça e o meu “babe” leva isso muito a sério. E posso partilhar convosco alguns exemplos:

  • Qualquer pessoa que lhe faça uma “festinha” ele não só adora, como estimula essa mesma pessoa a brincar com ele (começa a dar sprints ou faz uma posição de ataque, sabem? Como quem diz “vê la se me apanhas porque eu acho que não consegues”.
  • O mesmo se aplica aos amigos patudos. Às vezes o Caju é chato. Vence o amigo pelo cansaço. Não pára de brincar e de “ferrar” as orelhas dos outros. É meiguinho mas, por vezes, o entusiasmo é tanto que chega a “chatear”.
  • Adora vestir peitorais, laços e afins. Fica totalmente relaxado. Sinto que gosta de se sentir bonito. Para ele e para agradar.
  • Adora ser perfumado. Sempre que leva borrifadelas não foge. Fica sossegado. Isso quer dizer o quê minha gente? Pois...
  • Sempre que vai para casa dos tios – Inês, João, Rui, Duarte, Sofia, Avós – fica de tal forma apegado que eu chego a pensar que ele se esquece de mim. Quando chega a casa depois de uma temporada fora não me liga grande coisa. Eu fico triste, apesar de já estar habituada. Às vezes sinto que ele é uma “maria vai com todos”... Mas quero acreditar, ainda, que não.
  • Ele ADORAAAAA “encaixar-se”, aninhar-se junto a qualquer pessoa que ele sinta que o adora. No sofá, por exemplo, posso estar eu e outro amigo meu: sou eu que estou com ele todos os dias MAS, POR VEZES, ele não vem para o meu ninho. Vai conquistar o coração do outro.

E eu podia estar aqui a enumerar muitos mais exemplos, mas não me vou alongar mais. Por enquanto... Bom, juntem a isto o facto de eu AMAR o Caju e adorar partilhar convosco o nosso dia-a-dia. Gosto do jeito dele de levar a vida – para ele, está sempre tudo bem, desde que pratiquem o afeto com ele. Desde que sejam carinhosos com ele. E ele tem razão. Nada nesta vida faz sentido se não tivermos uma boa dose de amor, carinho, apego e ternura, não acham? Estes sentimentos parecem todos a mesma coisa, mas não são. E o Caju sabe bem a diferença entre todos eles.

 

Bom, aqui vão poder encontrar tudo aquilo que gira à volta o Caju:

As rotinas do Caju

A comida do Caju

Os passeios e viagens do Caju

Os amigos do Caju

A família do Caju

As birras...

As brincadeiras...

...e aceitamos as vossas sugestões também.

Eu vou escrever sempre pelo Caju, ok? Ele não sabe escrever e não sabe ler, infelizmente não tem capacidade para tal. Mas ele tem sentimentos, e desses eu já conheço qualquer coisa. Portanto, eu falo sempre do Caju sob o meu ponto de vista. No entanto, sempre que partilhar uma aventura do Caju em que eu não tenha estado presente eu vou escrever na mesma, mas de acordo com a perspetiva da outra pessoa que esteve com ele, ok?

Bom… Há dias em que eu até posso escrever na primeira pessoa, mas aí vocês já sabem que é só uma brincadeira, ok? Pessoal! Não se esqueçam: o Caju é efetivamente uma pessoa, mas não sabe falar, escrever e ler. Ok?

Deixo-vos aqui aquilo a que eu chamo “O Retrato de Família”. Fomos de propósito ao estúdio My Pet Photography fazer esta incríBel sessão para inaugurar este espaço. Nós os dois adorámos a experiência. E gostámos tanto, que criámos logo outro conteúdo para partilhar em breve. Levantámos apenas a “pontinha” do véu do nosso próximo artigo – os Outfits preferidos do Caju!! Com vídeo de making of e tudo...

 
 
 

Um agradecimento muito especial

My Pet Photography | Bruno Seabra Photography | MUA - Patricia Marques | Dog Trainer - Luís Charrua | Vídeo e Edição - João Matos

 
 
Camiseiro largo, se for curto…

Camiseiro largo, se for curto…

Fisioterapia para voltar a correr e a saltar

Fisioterapia para voltar a correr e a saltar