A melhor panqueca é a da minha mãe

 

No esmagar é que está o ganho...

Desde sempre digo que a comida da minha mãe é a melhor do mundo por ser "limpinha". Ora, quer isto dizer que a D. Lola cozinha tudo de uma forma muito simples, sem grandes temperos, privilegiando sempre as propriedades dos alimentos que estamos a ingerir. Devo a ela a forma como olho para a comida. E tudo isto se torna num ciclo vicioso. Se outrora era eu a segui-la, hoje devo confessar-vos que tenho a mais fiel seguidora do meu Instagram (que eu conheço): a minha mãe. Faz-me algumas perguntas sobre super-alimentos, especiarias e a forma como cozinho as minhas refeições. Mas depois de me escutar, coloca o cunho pessoal no que está a fazer.

Em tempos perguntou-me como fazia a minha panqueca de banana. Utilizamos exatamente os mesmos ingredientes, mas a dela consegue sempre ser, ainda assim, melhor que a minha. Agora já sei o truque. E realmente, faz toda a diferença. "Filha, tens de esmagar tudo... com um garfo". A mãe é que sabe.